sábado, 14 de janeiro de 2012

Isabel Allende

Saindo um pouco dos discos e passando aos livros...
Saindo um pouco dos nacionais, mas permanecendo na América Latina...




Isabel Allende é, para mim, talvez a melhor escritora mulher e uma das melhores escritoras no geral que existe, sendo ''A Casa dos Espíritos'' a sua obra-prima. É uma mulher que me passa uma segurança e um despojamento sensacionais, intrigante e excêntrica como pessoa e maravilhosa como profissional, a Isabel Allende é um dos meus maiores referenciais e meu maior sonho talvez, seja conhece-la de perto. Com um talento incrível para descrever personalidades, sensações e momentos, para viajar na cronologia das histórias com classe e ternura, para fazer do impossível mais real do que a realidade, os livros de Isabel Allende são maravilhosos, intrigantes e nos prendem a atenção do começo ao fim.O que mais me fascina nesta escritora fantástica, é que nenhum dos seus personagens, indistintamente, é completamente ruim, ou bom, todos eles são incrivelmente reais, com suas boas características e suas características ruins, no mesmo livro você tem ojeriza, compaixão e até gosto pelo mesmo personagem, ela nos possibilita através de suas palavras, compreender e aceitar mesmo aqueles que se mostram desprezíveis de forma incrível. Outra característica que muito me impressiona na Isabel Allende e a facilidade com que ela faz uma teia do tempo, onde as histórias se cruzam diversas vezes e por onde ela viaja, indo e voltando no tempo sem que a história fique confusa ou contraditória. Li apenas três livros dela, mas foram três livros realmente significativos na minha vida, me tocaram profundamente e mudaram minha forma de ver as coisas, me emocionei muitas, diversas vezes, os livros dela me marcaram de tal forma que a partir deles tive vontade de escrever livros e, o pouco que consigo, tem a influencia, o "traço" característico dela de forma muito marcante. O que mais me impressiona na Isabel Allende é a forma como ela adapta fatos de sua vida pessoal, características de sua própria personalidade em seus livros de forma com que a riqueza dos personagens e das cenas acabe ficando ainda maior, pois ela descreve e mistura fatos que ela viu de perto, que ela vivenciou e marcaram sua vida.


A Casa dos Espíritos - 1982





Romance de Isabel Allende, publicado em 1982, que retrata a saga da família Trueba, no Chile, ao longo do século XX. É constituído por catorze capítulos e um epílogo. A ação da obra reflete o momento revolucionário do Chile, terminado com o golpe militar de 1973, que veio a derrubar o presidente Salvador Allende. A história é narrada por três personagens: Esteban Trueba, a sua mulher, Clara, e a neta do casal, Alba. 
Esteban Trueba, um jovem decidido e ambicioso, pretende fazer fortuna, trabalhando numa mina, com o objetivo de casar com Rosa. No entanto, esta morre repentinamente, tal como a sua irmã, Clara, tinha premunido. O jovem, amargurado, deixa a mina e instala-se numa fazenda abandonada, tornando-se um latifundiário abastado, poderoso e arrogante. Após vários anos, Esteban casa-se com Clara, passando o casal a viver também com a irmã de Esteban, Férula. Do casamento nasce Blanca e posteriormente dois rapazes gémeos, Jaime e Nicolás. Esteban, com inveja da influência de Férula sobre Blanca, expulsa aquela de casa e interna a jovem num colégio. Quando esta regressa a casa, apaixona-se por Pedro, filho do capataz da fazenda, que entretanto se tornara líder da rebelião dos trabalhadores rurais contra o latifundiário. Blanca fica grávida, mas Esteban, por ambições políticas, pretende casá-la com um conde francês. Perante tal pretensão, Blanca e Pedro saem do país. Da união dos jovens enamorados nasce Alba, que vai continuar a luta pela justiça social, iniciada pelos pais, chegando mesmo a ser presa e torturada. 



Texto retirado do site: www: <URL: http://www.infopedia.pt/$a-casa-dos-espiritos>.


O livro a casa dos espíritos é realmente muito bom! É, na verdade, um retrato modificado, distorcido, da vida da autora, que o começou com o propósito de ser uma carta ao seu avô que estava em seu leito de morte em outro país e foi um personagem muito marcante em sua vida, mas depois se transformou em um dos melhores e mais bem escritos livros da história. Eu não tenho palavras para descrever o que eu senti ao ler este livro tão completo em palavras e sentimentos, apenas que me "apaixonei" por ele e pela Isabel Allende espero que também se apaixone, quem se propuser a ler.


Nota:10/10


Livro em PDF disponível em: http://floraisdaamazonia.files.wordpress.com/2010/10/isabel-allende-a-casa-dos-espiritos.pdf


Foi lançado em 1993, um filme chamado A Casa dos Espíritos baseado no livro e, apesar de não se comparar ao livro em nenhum aspecto, é interessante de ser assistido. 


A Casa dos Espíritos (filme) - 1993






Título original: (The House of the Spirits)
Lançamento: 1993 (EUA)
Direção: Billie August
Atores: Meryl Streep, Glenn Close, Jeremy Irons, Winona Ryder e Antônio Bandeiras.
Duração: 150 min
Gênero: Drama


Um mundo de paixão e amor, de magia e vingança. A saga de uma família envolvida por fortes emoções. Milhares de pessoas aplaudiram este filme espetacular, que conta com um elenco de brilhantes astros do cinema em interpretações inesquecíveis.


Trailer: http://www.youtube.com/watch?v=qXvSN-Fly98

Link de download: http://www.megaupload.com/?d=12MV7QLN




De Amor e de Sombras-1984






A história tem origem num encontro casual entre Irene, uma jovem da aristocracia chilena, e Francisco, filho de um professor anarquista. A partir de uma reportagem rotineira, um mundo estranho, oculto pela história oficial, vai-se-lhes revelando, fazendo-os sentir responsáveis perante os factos cruéis que se sucedem. E nas sombras do poder e do abuso, cada vez mais pressionados pelas injustiças e pelo ódio, que o amor de Irene e Francisco se desenvolve, como força contrária.


Não posso comentar este livro, pois nunca o li, mas tenho bastante vontade pois se passa em um ambiente, a ditadura militar do chile, que a Isabel Allende sabe lidar muito bem, retratar de forma muito detalhada e encaixar suas histórias de forma belíssima.


Livro em PDF disponível: em:http://www.4shared.com/get/cRSdW2_N/Isabel_Allende_-_De_Amor_e_de_.html


De Amor e de Sombras (filme)- 1993






Título original:Of Love and Shadows
Local de produção: Argentina/EUA
Ano: 1993
Gênero:Drama
Elenco:Jennifer Connelly,Antonio Banderas
Diretor: Betty Kaplan




Sinopse
“De Amor e de Sombras” é baseado no romance de Isabel Allende, sobrinha do ex-presidente deposto, Salvador Allende, e autora de “A Casa dos Espíritos”, que rendeu o filme homônimo de Bille August. Connelly faz uma alienada repórter chilena de uma revista de moda, que vive com a mãe, dona de um asilo. Apesar da sua profissão e de namorar com um jovem militar, ela ignora a repressão política que domina seu país. Quem lhe abre os olhos é Francisco (Antonio Baderas), um fotógrafo de origem espanhola que luta contra o regime militar. Juntos, descobrem uma mina abandonada que os militares usam para esconder cadáveres. Apaixonados um pelo outro, eles precisam enfrentar uma arriscada fuga do país, com Connelly gravemente ferido.




Eva Luna - 1987





“Eva Luna”, romance escrito em 1987 por Isabel Allende, escritora chilena, sobrinha do grande Salvador Allende, é uma atribulada biografia, narrada em 1ª pessoa, onde a tragédia converte-se em tragicomédia. Eva é filha do subdesenvolvimento, do analfabetismo, da pobreza e de uma História que alterna golpes e ditaduras militares com breves períodos democráticos. Neste cenário horrendo, Eva constrói seu próprio mundo com habilidade de artesã, mas como contadora de histórias. Esse talento conquista a todos ao seu redor, e a pequena Eva, analfabeta e sem grandes perspectivas, vai conseguir, depois de adulta, alfabetizar-se e tornar-se escritora. 


Texto retirado de http://leredesconstruir.blogspot.com/2010/02/eva-luna-isabel-allende.html


Eva Luna é um livro fantástico, cheio de imaginação, cheio de detalhe, personagens exóticos, fatos improváveis, cômicos, emocionantes. não é tão bom, tão rico como o livro Casa dos espíritos, mas é talvez mais criativo, principalmente pelo fato de que a Isabel Allende o tirou completamente de  sua cabeça e no Casa dos Espíritos ela coloca muito de sua própria vida. Esse é um daqueles livros nos quais você entra na história, se mistura com ela, é um livro maravilhoso que nos reflete uma enorme diversidade de emoções e sensações, um livro que vale muito a pena. 


Nota:9/10


Livro em PDF disponível em:http://www.4shared.com/get/SqTMqvwf/isabel_allende_-_eva_luna.html


O Plano Infinito-1991





"O Plano Infinito" é uma história densa e apaixonada de um homem à procura da própria identidade, de amor e de aceitação. Foi o primeiro romance de Isabel Allende ambientado nos Estados Unidos, nos turbulentos anos 60. As barreiras do mundo americano e latino são vencidas, surgindo então uma narrativa apaixonante: a história de Gregory Reeves. Acompanhando a trajetória do protagonista desde a infância nômade até à meia-idade cheia de conflitos, a autora aborda temas complexos como a vida dos imigrantes nos Estados Unidos; a discriminação racial, a guerra no Vietnã; o fanatismo religioso, o way of life americano,o inferno das drogas e a salvação pela psicanálise. Segundo a própria Isabel Allende, "O Plano Infinito" revela que o importante é unir as pessoas, e não discriminá-las através de barreiras étnicas, sociais, políticas e raciais.


Nunca li este livro, mas já ouvi críticas muito boas dele, é um livro que tenho muita vontade de ler e que deve valer muito a pena.




Paula-1994





Em dezembro de 1991, a filha de Isabel Allende, Paula, é internada em um hospital da Espanha, gravemente enferma. A escritora acompanha o sofrimento da filha que se prolonga durante meses, em um coma irreversível, e escreve a história de sua família para a jovem inconsciente, na esperança de que algum dia ela desperte.


O livro Paula não é a obra-prima da autora, não é o mais criativo, o mais rico em detalhes ou o mais bem escrito, mas é, com certeza, o mais bonito que ela já escreveu. O livro vem cheio da emoção da autora ao escreve-la, podemos sentia, compartilhar de sua dor e de sua vida relatada no livro. Bom, assim se sucedeu comigo, não sei com o resto, mas sei que o livro me emocionou realmente, é belíssima a forma como ela descreve a personalidade maravilhosa da filha, a dor de mãe que sentiu ao ver Paula inconsciente em uma cama, a relação de amor mais pura e verdadeira possível entre sua filha e o marido e, principalmente, o desenlace de Paula no final do livro. É também muito bom conhecer tão de perto a vida de uma escritora fantástica, uma mulher de vida espetacular, cheia de particularidades, como a Isabel Allende, conhecer-lhe os pormenores da infância, da adolescência e da vida adulta e desfrutar o reconhecimento de inúmeros detalhes presentes disfarçadamente em outros livros. Eu amei este livro tanto quanto o livro Casa dos Espíritos, apesar de achar este último seu melhor livro.

Nota:10/10


Livro em PDF disponível em: www.visionvox.com.br/biblioteca/i/isabel-allende.-paula.doc






Continua...

2 comentários:

  1. Comecei a ler a obra de Isabel há um bom tempo, mas com as correrias da vida, o momento se perdeu. E com grata surpresa que vejo Flora descobrir esta fantástica e sensível mulher, que reúne história, vida, tempo...

    ResponderExcluir